Técnicas de oratória para se destacar no ambiente profissional

Você sabe defender suas ideias quando está trabalhando em equipe? Fica nervoso no momento de uma apresentação e acaba não transmitindo o conteúdo com segurança? Nós entendemos como você se sente e, por isso, o artigo de hoje vai tratar de técnicas de oratória. Portanto, siga com a gente e boa leitura!

Sobre as técnicas de oratória

Oratória é um conjunto de práticas para melhorar a comunicação interpessoal. Ela ajuda você a expressar-se de forma mais clara, com mais autoconfiança e tendo uma boa argumentação.

Ou seja, é uma maneira de falar melhor, organizar as ideias, prender a atenção do ouvinte e fazê-lo acreditar no que você está dizendo.

Diante disso, dominar a arte da oratória é algo essencial no mercado de trabalho, independentemente de sua área de atuação. Afinal, usando as técnicas certas, você consegue ter um melhor desempenho em reuniões, dinâmicas em grupo, entrevista de emprego, negociações com clientes etc.

Nos tópicos seguintes, estão listadas algumas das técnicas de oratória mais importantes. Por isso, coloque-as em prática a partir de hoje.

Cuide de sua imagem

A forma como estamos vestidos, o nosso corte de cabelo, os acessórios que usamos, tudo transmite uma mensagem para as pessoas ao nosso redor. Sendo assim, valorize sua imagem no momento em que for falar em público.

Pense em seu ouvinte e observe se o visual que você apresenta está condizente com aquilo que deseja comunicar.

Olhe para as pessoas

O contato visual é uma parte extremamente importante da comunicação. Por isso, olhe para as pessoas quando estiver falando. Esse simples gesto faz com que o ouvinte preste mais atenção naquilo que está sendo dito, além de transmitir autoconfiança e credibilidade.

Trabalhe a entonação

Usar o mesmo tom de voz ao longo de uma apresentação ou reunião, por exemplo, deixa o discurso monótono. Por isso, varie a entonação de acordo com a ênfase que quiser dar para determinada informação do discurso.

Além disso, a entonação também é importante para aquelas pessoas que falam mais baixo. Afinal, se as pessoas não escutarem você, não irão prestar atenção ao que está sendo dito. Desse modo, treine sua voz para que ela saia em tom nítido para o público com qual está falando.

Tenha atenção aos recursos audiovisuais

Apresentações em Power Point, uso de vídeos, imagens, música ou qualquer outro recurso ajudam a dar dinamismo a uma reunião, treinamento com a equipe ou negociação com um cliente. Contudo, é preciso saber usar essas ferramentas da forma correta.

A regra mais importante é: não apoie sua apresentação nos recursos audiovisuais. Eles devem estar lá para auxiliá-lo e não fazê-lo de refém. Sendo assim, sempre saiba transmitir o conteúdo que precisa de alguma outra maneira.

Além disso, não leia suas apresentações. Afinal, elas devem apenas servir para guiar o público e chamar atenção.

Contenha o uso de vícios de linguagem

Quando estamos falando em público, é bem comum o uso de vícios de linguagem como “né”, “é”, “tipo”, “entendeu”. Essas palavras, repetidas várias vezes ao longo do discurso, acabam gerando desconforto no ouvinte e chamando uma atenção desnecessária.

Elas são usadas em momentos de ansiedade, como recurso para lembrarmos alguma informação ou apenas para preencher momentos de silêncio. Desse modo, treine sua fala para evitar que esses vícios apareçam e aprenda a respeitar os momentos de pausa de sua fala.

E então, percebe como o uso das técnicas de oratória pode ajudá-lo no mercado de trabalho? Sendo assim, comece a investir na arte de falar em público e destaque-se cada vez mais no ambiente profissional.

Caso tenha gostado do texto de hoje, compartilhe-o nas redes sociais com seus colegas e amigos. Até mais!

Deixe um comentário